Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



Integralismo: DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA

INTEGRALISMO



O MOVIMENTO INTEGRALISTA foi fundado por PLÍNIO SALGADO quando, no dia 7 DE OUTUBRO de 1932, lançou um MANIFESTO à NAÇÃO, que na sua primeira afirmação (Concepção do Universo e do Homem) diz: DEUS dirige os destinos dos Povos, e que o HOMEM deve praticar sobre a terra as virtudes que o elevam e o aperfeiçoam. O homem vale pelo trabalho, pelo sacrifício em favor da FAMÍLIA, da PÁTRIA e da Sociedade. Estava definida a trilogia que marcou toda a trajetória do Movimento: DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA. Lançado em São Paulo, o Manifesto percorreu a Nação como um rastilho de fogo.



Em abril de 1933, Plínio Salgado coloca nas ruas da Capital do Estado de São Paulo, um pugilo de homens em marcha, devidamente fardados com suas CAMISAS VERDES, SIGMA e BANDEIRA. Foi a PRIMEIRA MARCHA integralista. Nesse ano, foi lançado o primeiro Estatuto da AÇÃO INTEGRALISTA BRASILEIRA, reafirmado, posteriormente, no 1º Congresso Integralista Brasileiro, realizado na cidade de Vitória, capital do Estado do Espírito Santo, em 3 de março de 1934. A Ação Integralista Brasileira é definida como uma associação nacional de direito privado, com sede civil na cidade de São Paulo e sede política onde se encontra o Chefe Nacional do seu movimento". Sua finalidade está definida no artigo 2º:


"funcionar como centro de estudos e cultura sociológica e política (a); desenvolver uma propaganda de elevação moral e cívica do povo brasileiro (b); implantar no Brasil o Estado Integral" (c).



O parágrafo único define: o Estado Integral como o Estado que realiza:


na ordem política, um regime político-social baseado na doutrina integralista ou nacional-corporativa (1); na ordem econômica, o regime da economia dirigida no sentido do predomínio do social sobre o individual (2); na ordem moral, a cooperação espiritual de todas as forças que defendem a idéia de Deus, Pátria e Família (3); na ordem intelectual, a participação de todas as forças culturais e artísticas na vida do Estado (4)".



Com o crescimento e expansão do movimento integralista por todo o território brasileiro, a Ação Integralista Brasileira passa a ser, além de "uma associação civil" também "um partido político". Esta decisão foi definida no IIº Congresso Integralista realizado em Petrópolis em 7 de março de 1935. Seus Estatutos, aprovados nesse Congresso, foram "registrados pelo Tribunal Superior de Justiça Eleitoral em acordam de 8 de setembro de l937. No seu artigo 1º, a Ação Integralista Brasileira é definida como "uma associação civil, com sede na cidade de São Paulo, e é um partido político, com sede no lugar onde se encontrar o seu Chefe Supremo...". O artigo 2º define as finalidades da A.I.B.:



funcionar como partido político, de acordo com o registro já feito no Superior Tribunal Eleitoral (a); funcionar com centro de Estudos e Educação Moral, Física e Cívica (b).

No artigo 3º, como partido político, "a Ação Integralista Brasileira objetiva a reforma do Estado por meio da formação de uma nova cultura filosófica e jurídica, de sorte que o Povo Brasileiro, livremente, dentro das normas da Constituição de Julho de 1934 e das leis em vigor, possa assegurar de maneira definitiva:

o culto de Deus, da Pátria e da Família; a Unidade Nacional; o princípio da Ordem e da Autoridade; o prestígio do Brasil no Exterior; a Justiça Social, garantindo-se aos Trabalhadores a remuneração correspondente a todas as suas necessidades; a paz entre as Famílias Brasileiras e entre as forças vivas da nação; a Economia que garante a intangibilidade da propriedade, a iniciativa particular orientada no sentido da maior eficiência da produção nacional; a soberania financeira da Nação; a circulação das riquezas e aproveitamento dos nossos recursos naturais; a prosperidade e a grandeza da Pátria; a liberdade da pessoa humana dentro da ordem e da harmonia social; a grandeza e o prestígio das classes armadas; a união de todos os brasileiros.



| Integralismo: DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA | - Portal Nacional | Frente Integralista Brasileira ..