Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



Desafio: Aborto

Em debate com a representante feminista Regina Jurkewicz, do autoproclamado “Católicas pelo Direito de Decidir”, o Prof. Hermes Nery, da Comissão em Defesa da Vida da CNBB, reafirma o valor inviolável da vida humana.

O programa “Desafio” da TViG traz semanalmente dois convidados que são estimulados a defender seus pontos de vista sobre um tema polêmico sob o comando de um moderador. No “Desafio” em questão, o tema era aborto.

De um lado o Prof. Hermes, com reconhecido histórico de luta em defesa da vida, como autor da lei municipal que tornaria São Bento do Sapucaí, no interior de São Paulo, a primeira cidade pró-vida do Brasil ao defender a vida desde a concepção até a morte natural, bem como da “Proposta de Projeto de Iniciativa Popular para Emenda à Constituição do Estado de São Paulo, que busca levar a nível estadual a iniciativa aprovada no interior paulista.

Já a organização “Católicas pelo Direito de Decidir”, representada no debate pela Sra. Regina Jurkewickz, tem como objetivo principal eliminar o maior opositor do mundo contra a cultura da morte: a Igreja Católica. A organização busca convencer aos católicos de que o aborto é uma alternativa eticamente válida para as mulheres católicas, desprezando e ridicularizando os ensinamentos fundamentais da Igreja, promovendo agressivamente a contracepção e o aborto.

As atividades desta organização são financiadas com milhões de dólares em recursos provenientes de grupos norte-americanos, como a Fundação Ford [3]. Na América Latina sua agenda é clara:

1) Apoiar a dissenção católica no tema do aborto e os contraceptivos;
2) Proporcionar aos católicos uma “alternativa racional” à doutrina da Igreja;
3) “Educar” sobre os direitos de saúde reprodutiva (aborto e anticoncepção sistemática) na América Latina.

Segundo representantes de movimentos em defesa da vida, as “Católicas pelo Direito de Decidir” não são católicas porque pervertem o sentido da liberdade humana. Ao interpretar os crimes contra a vida como legítimas expressões da liberdade individual, exigindo ou reconhecendo legalmente o direito de matar, se subverte a base dos direitos humanos e se nega o direito à vida.

Assista ao debate na íntegra:


Nova Offensiva


Notas:
[1] Desafio: Aborto. TViG – Notícias, 17 de novembro de 2013. Disponível em: http://tvig.ig.com.br/noticias/desafio-aborto-5237815abb1abd5823000004.html
[2] A verdade sobre as “Católicas pelo Direito a Decidir”. ACI Digital, sem data. Disponível em: http://www.acidigital.com/controversia/direito.htm
[3] Catholics for the Right to Decide (CDD) (Brazil) – Página da Fundação Ford em que um dos repasses declarados à organização chega ao montante de 200 mil dólares. Disponível em: http://www.fordfoundation.org/grants/grantdetails?grantid=114327
 


23/09/2013, 13:13:52



Desafio: Aborto | - Integralismo | Frente Integralista Brasileira ..