Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



Eleições 2014: Comunicado prévio à Orientação Eleitoral

Na sua atual fase organizacional, o Integralismo, não se manifestou como entidade partidária, adotando por enquanto juridicamente a personalidade de sociedade civil. Todavia, sendo um movimento cívico, político e social, não pode omitir-se face às próximas eleições, obrigando-se moralmente a Orientar o Voto dos Integralistas.

Doutrinariamente sabe-se que no futuro Estado Integralista o Voto não será obrigatório. Todavia, historicamente, o Movimento Integralista jamais fez sua a campanha anarquista pelo voto nulo, pelo contrário, as diversas Organizações de que se revestiu o Integralismo sempre estimularam a participação dos Integralistas na Política Nacional, quer como Candidatos (Os primeiros lançados em São Paulo e no Ceará, já em 1933), quer como Eleitores. Assim, mantendo a linha de coerência histórica, a Frente Integralista Brasileira, não poderia ter uma posição diferente daquela que o nosso Movimento vem seguindo nos mais de 80 anos de sua existência.
 
Entretanto, realistas que somos, os Integralistas, não podemos deixar de reconhecer que a cada Eleição, o nível dos políticos profissionais vai se degradando por tal forma que, aquele velho expediente de votar no “menos pior” tornou-se quase impossível, pois, não há “menos pior”, todos são PÉSSIMOS. Trata-se de uma lastimável realidade concreta.
 
De qualquer forma solicitamos aos Companheiros de todo o Brasil que examinem os Candidatos de seus respectivos Estados (Senadores, Deputados Federais e Estaduais, Governadores) à luz da Doutrina do Integralismo, identificando aqueles que poderão merecer o Sufrágio dos Integralistas. Feita tal análise, comuniquem o resultado à Direção Nacional da F.I.B. que, se for aprovada, terá então acolhida na “Orientação Eleitoral”. Insistimos que o estudo de tais Candidatos deve ser feito à luz do Ideal Integralista, e não de um anticomunismo rasteiro que só serve para levar água ao moinho liberal e a consolidação da escravização de nosso País ao Poder Econômico Mundial. Não é porque um apátrida se diz anticomunista que vá merecer o Voto dos Camisas Verdes. Quanto à Candidatura Presidencial, a deliberação caberá ao Presidente e demais Hierarcas Nacionais da FIB, decisão esta que se fará conhecida quer pela já mencionada Orientação Eleitoral, quer através de um Comunicado Oficial especial.
 
Aguardaremos os conscienciosos informes dos Companheiros para que possamos elaborar uma “Orientação Eleitoral” digna da influência que já estamos exercendo na hodierna Vida Política Nacional, para desespero histérico dos comunistas e pavor da burguesia podre.
 
Pelo Bem do Brasil!
Anauê!
 
Sérgio de Vasconcellos
Secretário Nacional de Doutrina e Estudos
São Paulo, 25 de Janeiro de 2014.
Ano IX da Frente Integralista Brasileira
Ano LXXXI da Era Integralista

03/02/2014, 02:42:16



Eleições 2014: Comunicado prévio à Orientação Eleitoral | - Integralismo | Frente Integralista Brasileira ..