Parece que nenhuma imagem de destruição recente causou tanta comoção quanto a imagem do menino caído, que não pôde ser acudido. São constantes as imagens de violências e ataques diversos à Vida e chegam a ser ignoradas, infelizmente. Porque essa imagem chocou mais?

Ali ficou nítida a fragilidade e a pouca infância – vi meus meninos dormindo na mesma posição. Ficou ali resumida e exposta a incompetência e a responsabilidade de todos para, ao mesmo tempo, evitar os massacres e acolher os que fogem, estendendo as mãos. A dupla responsabilidade que é de todos e é dolorida.

Quem vai enfrentar o mal que se instala e se expande expulsando famílias (que se lançam ao mar para tentar sobreviver)?
Somente um exército ou um soldado bem armado?
O segundo fato marcante da semana pode responder:
Elenilda ao final da missa na Sé foi tomada por um outro Luis da Silva, que ameaçava sua vida. Em segundos o bandido já estava cercado por soldados armados. A moça refém lutava pela Vida, até então em vão. Mas havia um Herói presente e pronto para agir – e mesmo desarmado enfrentou o criminoso. Antes de ter clareza do que faria e iluminado pelo dever, começa sua corrida desde o marco zero de São Paulo. Não era uma tarefa para armas, mas para a coragem, honra e o heroísmo. Francisco recebeu dois tiros, um no meio do peito e continuou seu propósito; só parou depois de assegurar que sua missão estava cumprida. Caminhou em direção a Deus mas a porta estava fechada… e já não havia força. E sua honra é eterna pois sempre valerá mais que a própria vida.
Tiroteio em frente à Catedral da Sé deixa dois mortos. Cenas foram registradas pela imprensa e por transeuntes.
O Francisco mostra que abaixo dos heróis todos são praticamente inúteis.

Precisa-se de heróis.

LEIA TAMBÉM  Doutrinação nas escolas não é de hoje

Notas:
* Depois de um dos mais bonitos momentos recentes do heroísmo verdadeiramente presente em nosso povo, alguns desocupados foram saber e comentar que o herói havia sido preso e cumprido pena por homicídio (e que, portanto, não seria herói segundo alguns destes). Não podemos saber o que o levou a este ato décadas atrás, mas sem nenhuma dúvida merece a honra de imaginarmos que possivelmente já tivesse feito isso para salvar outra vida. E se a salvação dependesse de voto e não do juízo perfeito de Deus, este Herói já estaria perdoado.

** O espírito de solidariedade e justiça está presente nos soldados e na população que avança para tentar ajudar.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
X