A Região Metropolitana do Vale do Aço (RMVA) abrigou, neste dia 24, o evento “Como levar felicidade ao Vale do Aço”, promovido pela Seção da Frente Integralista Brasileira no Município de Ipatinga, representada pelo operário Felipe A. Debortoli.

O evento foi previamente divulgado pelo Diário do Aço, maior veículo de imprensa local. Na ocasião, o Diário assim descreveu o movimento integralista: “A Frente Integralista Brasileira é um movimento nacionalista e conservador que remonta à Ação Integralista Brasileira, criada por Plínio Salgado em 1932. Suas principais pautas são a defesa das tradições cristãs, da soberania e do enaltecimento nacional, da família, da autoridade e do autogoverno dos trabalhadores”.

Durante o evento, aberto com o Hino Nacional e o Hino Integralista “Avante!”, falou primeiro Felipe Debortoli, à esquerda da mesa. Debortoli mencionou os principais problemas das indústrias do Vale do Aço no contexto nacional e internacional e os problemas sociais pelos quais perpassava o município, predominantemente industrial, mas sem se descuidar da questão agrícola. Em seguida, falou Matheus Batista, Secretário Regional de Doutrina e Estudos, atento ao problema da representatividade social e do autogoverno no contexto de uma democracia orgânica. Como diz Alain Touraine, citado por ele, “a democracia terá possibilidades de se desenvolver plenamente quando os atores sociais e atores políticos estiverem ligados uns aos outros e, portanto, quando a representatividade social dos governantes estiver garantida”.

Encerrando o evento, foi dado espaço para que os presentes perguntassem, o que abriu a possibilidade de discussões muito fecundas sobre as pautas mais em voga no cenário político atual. Muitos foram os interessados na filiação ao núcleo.

X